Sobre Sobre

O PrInt é um programa criado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) que tem como objetivo estimular a formação de redes de pesquisas internacionais, ampliar as ações de apoio à internacionalização na pós-graduação e aprimorar a qualidade da produção acadêmica.

Serão financiadas demandas como auxílio para missões de trabalho no exterior, manutenção de projetos, bolsas no exterior (doutorado sanduíche, professor visitante júnior e sênior e capacitação em cursos de curta duração), além de bolsas no Brasil (jovem talento, professor visitante e pós-doutorado).

O projeto institucional de internacionalização da UFPE totaliza mais de R$ 20,5 milhões, distribuídos em quatro anos de desenvolvimento do plano de internacionalização. Fazem parte do PrInt/UFPE 19 programas de pós-graduação: Biologia Animal, Biologia de Fungos, Biologia Vegetal, Ciência da Computação, Ciência Política, Ciências Biológicas, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Física, Genética, Inovação Terapêutica, Matemática, Medicina Tropical, Oceanografia, Química, Serviço Social, Sociologia e Tecnologias Energéticas e Nucleares

Ao todo, a Capes contemplou 36 Instituições de Ensino Superior (IES) que participaram do processo de seleção iniciado em 2017. Os projetos escolhidos foram implementados em novembro e têm um prazo de duração de quatro anos. A partir de 2019, a Capes investirá – anualmente – no programa, R$ 300 milhões.

Notícias Notícias

Voltar

UFPE recebe três menções honrosas no Prêmio Capes de Tese 2021

Rodrigo Galvão Pinho Lins, Daniel Milian Perez e Lúcia Reis Peixoto foram os três doutores agraciados

Três doutores formados pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) receberam menção honrosa no Prêmio Capes de Tese 2021, cujo resultado foi divulgado na última sexta-feira (3). Rodrigo Galvão Pinho Lins levou menção honrosa na área de Ciência Política e seu trabalho foi orientado pelo professor Enivaldo Carvalho da Rocha; Daniel Milian Perez, na área de Tecnologias Energéticas e Nucleares, sob a orientação de Carlos Alberto Brayner de Oliveira Lira e coorientação de Daniel Evelio Milian Lorenzo; e Lúcia Reis Peixoto Roselli, na área de Engenharia de Produção, orientada por Adiel Teixeira de Almeida.

A tese de Rodrigo, “Chegou para ficar?: uma análise de sobrevivência das democracias, 1900-2015”, avaliou o impacto que a fragmentação legislativa pode ter na sobrevivência de regimes democráticos. Para tanto, a obra foi dividida em três etapas: conceituação e comparação das democracias; observação da opinião pública em relação aos regimes democráticos e a ascensão de líderes populistas, para avaliar se de fato o mundo passa por um período de “recessão democrática”; e a análise empírica da relação entre a fragmentação partidária e a manutenção ou falha do regime democrático.

Segundo o autor, apesar de soar contraintuitivo, o principal achado da pesquisa é que a fragmentação partidária parece não ter impacto na sobrevivência de regimes democráticos. Diferentes países, com diferentes níveis de fragmentação partidária, se comportaram de maneira semelhante. A democracia, portanto, parece ter mecanismos para acomodar os diferentes pleitos dos partidos. O pesquisador ressalta, no entanto, que isto não diz nada sobre a qualidade dos sistemas democráticos em cada país.

A tese de Daniel, “Projeto e análise neutrônico-termoidráulica de um reator homogêneo aquoso usando combustível de baixo enriquecimento para a produção de radioisótopos usados na Medicina”, tem como objetivo o projeto e análise de um projeto conceitual de Reatores Homogêneos Aquosos (AHR), baseado no reator Argus, que usa combustível LEU para a produção de isótopos médicos que responde à demanda regional. Segundo o autor, os resultados obtidos contribuem para demonstrar a viabilidade do uso de AHR para a produção de isótopos médicos.

Intitulada “Uso de neurociência em decisão para modular métodos de decisão multicritério com visualização gráfica e tabular com aplicações no desenho e análise do FITradeoff”, a tese de Lúcia usou resultados gerados por um estudo comportamental em decisão para melhorar o processo decisório em problemas de decisão multicritério, individuais ou envolvendo grupo de decisores, com o método FITradeoff, considerando sua vertente de avaliação holística usando de visualizações gráficas e tabulares.

“A contribuição deste estudo se deu com a modulação no método FITradeoff, sendo esta modulação desenvolvida em duas vertentes: melhorias no processo decisório com o FITradeoff e melhoramentos no Sistema de Apoio a Decisão desenvolvido para o FITradeoff de escolha e de ordenação. Com relação às melhorias no processo decisório, regras e procedimentos foram desenvolvidos para apoiar o processo de aconselhamento desenvolvido pelo analista para gerar recomendações ao decisor, em especial a Regra de Recomendação e o Diagrama de Quadrantes Alpha-Theta, sendo este último uma nova concepção desenvolvida para classificar padrões de comportamento dos decisores, foram desenvolvidos”, explica a autora.

PRÊMIO - De acordo com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), todo o processo seletivo considerou a originalidade, a relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural e social do País, a qualidade e quantidade de publicações decorrentes da tese, sua metodologia, redação, estrutura e organização do texto. Em cada Área de Avaliação, foi escolhida uma tese de doutorado defendida no Brasil em 2020 para o prêmio principal e até duas para receberem a menção honrosa.

Data da última modificação: 13/09/2021, 17:44