Corpo Docente Corpo Docente

Corpo Docente

O corpo docente do mestrado profissional é formado exclusivamente por professores doutores que fazem parte do Programa de Pós-Graduação em Ergonomia e de professores externos associados ao programa.

 

Ana Karina Pessoa da Silva cabral - Doutora pela Universidade Federal de Pernambuco    

 

Edgard Thomas Martins - Doutor pela Universidade Federal de Pernambuco
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3877155141845036
Google acadêmico: https://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-BR&as_sdt=0%2C5&q=EDGARD+THOMAS+MARTINS&btnG=
ORCID: http://https://orcid.org/0000-0001-5988-0880

 

José Guilherme Santa Rosa - Doutor pela Universidade Federal do Rio de Janeiro
Lattes:http://lattes.cnpq.br/7686896980904000
Google acadêmico: https://scholar.google.com.br/citations?user=-VeJzEAAAAAJ&hl=pt-BR
ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7201-0767


Laura Bezerra Martins - Doutor pela Universitat Politècnica de Catalunya- Espanha
Lattes: http://lattes.cnpq.br/0215243970688414
Google acadêmico: https://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-BR&as_sdt=0%2C5&q=LAURA+BEZERRA+MARTINS&btnG=
ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0578-7271


Márcio Alves Marçal - Doutor pela University of Toronto

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3081728421145648
Google acadêmico: https://scholar.google.com.br/citations?user=QjOP2jcAAAAJ&hl=pt-BR&oi=ao
 

Raimundo Lopes Diniz - Doutor pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Lattes: http://http://lattes.cnpq.br/9755992709224022

Google acadêmico: https://scholar.google.com.br/citations?user=MKW8RTkAAAAJ&hl=pt-BR&oi=ao

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0526-0891

 
Rosiane Pereira Alves - Doutora pela Universidade Federal de Pernambuco

Lattes: http://lattes.cnpq.br/2183987604151979

Google acadêmico: https://scholar.google.com.br/citations?user=f4T3wuk_p4QC&hl=pt-BR&oi=ao

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-7329-966X

 
 
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E/OU CREDENCIAMENTO, RECREDENCIAMENTO E DESCREDENCIAMENTO DE DOCENTES:

O Programa de Pós Graduação em Ergonomia (PPErgo), com base na Instrução normativa do CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO da UFPE, estabelece critérios para credenciamento, recredenciamento e descredenciamento do Corpo Docente, descritos aqui sinteticamente. 

Entende-se por (a) CREDENCIAMENTO, a autorização do Colegiado do PPErgo para a participação de docentes nas atividades de ensino, pesquisa, orientação e extensão; (b) RECREDENCIAMENTO, o credenciamento sem interstício, de docentes já atuantes no PPErgo podendo acontecer mudança de categoria;  (c) DESCREDENCIAMENTO, o desligamento do docente das atividades do PPErgo. 

Para que o docente seja credenciado e recredenciado ao PPErgo, o mesmo deverá demonstrar envolvimento nas atividade de: ensino de disciplinas; coordenação ou participação em projetos de pesquisa e/ou extensão;  orientações; participação em bancas, comissões, eventos; produção intelectual.

O Corpo Docente do PPERGO pode ser classificado de acordo com as seguintes categorias: 

DOCENTES PERMANENTES: constituem o núcleo principal do PPG, devendo atender os seguintes pré-requisitos: (1.1) Ter produção científica, e/ou artística/cultural, e/ou tecnológica e/ou de inovação de alta qualidade, avaliada e reconhecida pelos pares, envolvendo discentes a partir de projetos de pesquisa, engajados nas linhas de pesquisa e área de concentração do PPG; (1.2) Desenvolver atividades de ensino na pós-graduação, preferencialmente ministrando disciplinas; (1.3) Orientar discentes de mestrado e supervisionar projetos de pós-doutorado do PPG; (1.4) Ter envolvimento nas atividades acadêmicas do PPG, como: comissões, eventos, bancas, produção técnica, internacionalização, projetos com impacto para a sociedade, inserção regional, nacional e internacional; (1.5) Ter vínculo funcional-administrativo com a UFPE ou, em caráter excepcional, consideradas as especificidades de áreas, vínculo com outras instituições, desde que se enquadrem em uma das seguintes condições: (1.5.1) recebam bolsa de fixação de docentes ou pesquisadores de agências de fomento; (1.5.2) na qualidade de professor(a) ou pesquisador(a) aposentado(a), tenham firmado com a instituição termo de compromisso de participação como docente do PPG; (1.5.3) tenham sido liberados(as), por acordo formal, para atuar como docente do PPG; (1.5.4) contratados(a) provisoriamente como docentes pela UFPE. 

DOCENTES COLABORADORES: são aqueles(as) internos(as) ou externos(as) à UFPE, que contribuam para o PPG de forma complementar ou eventual, ministrando disciplinas, orientando ou coorientando dissertações, participando de comissões e colaborando em projetos de pesquisa.

DOCENTES VISITANTES: são aqueles(as) vinculados (as) a outras Instituições de Ensino Superior no Brasil ou no exterior que sejam liberados (as) mediante acordo formal, durante um período contínuo de tempo, e que estejam à disposição da UFPE. 

CREDENCIAMENTO DOCENTE:

O credenciamento do docente no PPErgo poderá ocorrer a partir de: a) interesse do docente em participar do Programa; b) chamada pública de seleção de docentes através de Edital. Em ambos os casos, a solicitação de interesse de credenciamento do docente no Programa deverá ser encaminhada à Coordenação do PPErgo, constando da seguinte documentação: 1) currículo Lattes comprovado dos últimos 4 anos; 2) proposta de plano de trabalho junto ao Programa, o qual deve constar de atividades de ensino, pesquisa e orientação; 3) formulário de solicitação de credenciamento. 

A solicitação de credenciamento através de chamada pública poderá ocorrer por fluxo contínuo. Para a elaboração do Edital e condução do processo de credenciamento e recredenciamento do Programa será composta uma Comissão Permanente de Vinculação Docente (CPVD) composta por um docente de cada linha de pesquisa do PPErgo, com mandato de QUATRO ANOS, podendo ser prorrogado.  

O credenciamento em qualquer uma das categorias como docente do Programa, poderá se dar no máximo em até 3 (três) PPGs, desde que ele atenda aos critérios de credenciamento e recredenciamento do PPErgo:

I - A pontuação da produção científica dos(as) docentes credenciados (as), deverá ser determinada pela CPVD;

II - A carga horária dedicada ao Programa do qual participa o docente credenciado(a) deverá ser estabelecida pelo Colegiado do PPErgo;

III - O número de orientandos(as) para cada docente credenciado(a) fica a critério do Colegiado, devendo o PPG seguir as orientações previstas no Documento de Área da CAPES;

Para fins de efetivação do credenciamento e recredenciamento de docente no PPErgo, serão considerados: 

Na categoria de docente permanente: (1.1)  Ter produção científica, e/ou artística/cultural, e/ou tecnológica e/ou de inovação de alta qualidade avaliada e reconhecida pelos pares; (1.2) Ter disponibilidade para orientar dissertações; (1.3) Ter disponibilidade para ministrar disciplinas em pós-graduação; (1.4) Estar coordenando e participando de projetos aprovados em editais de fomento que estejam vigentes; (1.5) Ter coordenado ou participado de comissões, bancas, eventos, produção técnica, internacionalização, projetos com impacto para a sociedade, inserção regional, nacional e internacional.
O(a) docente deve contemplar ao menos 3 (três) dos 5 (cinco) itens descritos acima, sendo obrigatório o item (1.1).

Na categoria de docente colaborador: (2.1) Ter produção científica, e/ou artística/cultural, e/ou tecnológica e/ou de inovação de alta qualidade avaliada e reconhecida pelos pares; (2.2) Ter disponibilidade para orientar dissertações; (2.3) Ter disponibilidade para ministrar disciplinas em pós-graduação; (2.4)  Estar coordenando ou participando de projetos aprovados em editais de fomento que estejam vigentes; (2.5) Ter coordenado ou participado de comissões, bancas, eventos, produção técnica, internacionalização, projetos com impacto para a sociedade, inserção regional, nacional e internacional.
O(a) docente deve contemplar ao menos 2 (dois) dos 5 (cinco) itens descritos acima, sendo obrigatório o item (2.1).

Na categoria de docente visitante: (3.1) Ter produção científica, e/ou artística/cultural, e/ou tecnológica e/ou inovação de alta qualidade avaliada e reconhecida pelos pares; (3.2) Ter disponibilidade para participar das atividades do Programa: projetos, cursos, bancas, comissões, palestras, eventos, entre outras; (3.3) Apresentar carta de liberação de sua instituição de origem, quando for o caso; (3.4)  Apresentar carta de anuência do colegiado do PPG.

RECREDENCIAMENTO DOCENTE:

O recredenciamento do docente como permanente e/ou colaborador está condicionado à manutenção das condições e pontuação mínima estabelecidas pelo CPVD. 

Docentes do quadro permanente que não atingirem a pontuação determinada pela CPVD, poderão migrar para a categoria Professor Colaborador. 

Docentes do quadro de colaboradores que atingirem a pontuação determinada pela CPVD, poderão migrar para a categoria Professor Permanente.

 DESCREDENCIAMENTO DOCENTE:

O Docente colaborador cuja pontuação/tempo determinados pela CPVD não atingir as metas previamente traçadas, será descredenciado do Programa.

O docente que tiver sido desligado do Programa por qualquer motivo, ao pretender reingressar, deverá solicitar novo credenciamento.