Sobre o Programa

SO Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Urbano (MDU) é um dos dois primeiros programas de pós-graduação em Planejamento Urbano e Regional no Brasil. Esse fato, por si mesmo, indica a importância do Programa para a pós-graduação brasileira, pois registra o pioneirismo da Universidade Federal de Pernambuco em relação à formação de recursos humanos altamente qualificados, assim como a relevância desse Programa, especialmente, para o desenvolvimento das regiões Norte e Nordeste. 

De fato, os altos índices de urbanização caracterizavam o processo de desenvolvimento da Região Nordeste nos anos de 1970 levando à demanda por profissionais qualificados para lidar com as questões provenientes do desenvolvimento regional para atuarem em órgãos da administração federal, estadual e municipal, bem como de empresas públicas e privadas. A formação de quadros se fazia em instituições de ensino e pesquisa nacionais localizadas nas regiões Centro, Sul e Sudeste, bem como no exterior.

Em fevereiro de 1975 foi realizado, na COPPE-UFRJ, o seminário Um sistema nacional de capacitação de recursos humanos para o desenvolvimento urbano, organizado pelo Serviço Federal de Habitação e Urbanismo do Ministério do Interior e a pela Organização dos Estados Americanos. Naquela oportunidade, percebeu-se a importância de tal sistema de capacitação de técnicos na Região Nordeste. A Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste – SUDENE, sediada no Recife, acionou a Universidade Federal de Pernambuco para que se integrasse ao sistema nacional. 

As primeiras ações no sentido de criação de programa de pós-graduação dedicado ao desenvolvimento urbano e regional se deu pelo aporte de recursos financeiros e assistência técnica oferecidos pela SUDENE nos anos de 1973 e 1974, quando são delimitadas as questões ricas às problemática do desenvolvimento urbano e regional nordestino e amadurecido o regime de capacitação profissional. Dois cursos de especialização foram oferecidos em 1974 como experiências preliminares, possibilitando os ajustes necessários para a elaboração de proposta de programa de pós-graduação. O Mestrado em Desenvolvimento Urbano (MDU) foi criado em 1975 no âmbito do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, tendo sido credenciado, em 1979, como curso de Mestrado. 

Percebe-se que, desde a sua origem, o MDU está vinculado às questões urbanas e regionais, profundamente associado às unidades de planejamento e projeto de órgãos federais, estaduais e municipais, com o compromisso de, por meio da formação qualificada, pesquisa continuada e atividades de extensão,  constituir centro crítico e propositivo acerca de temas complexos enquadrados nos limites da cidade e do território. Surgiu como um programa interdisciplinar, congregando docentes, pesquisadores e discentes das mais diversas áreas do conhecimento cujos interesses comuns convergem para a cidade e o território. 

O MDU mantém estreita colaboração com diversos programas de pós-graduação da UFPE. Dentre outros eventuais, o Programa se relaciona com os programas de pós-graduação em História, Sociologia, Turismo, Economia, Geografia, Antropologia, Serviço Social, Meio Ambiente, Engenharia Civil e Engenharia de Produção. 

A consolidação e a expansão do Programa levou à aprovação do curso de doutorado, em 1999.

Dentro da área de concentração Desenvolvimento Urbano, o Programa oferece três linhas de pesquisa:

Arquitetura e Urbanismo

A linha de pesquisa aborda estudos sobre a história e a teoria da arquitetura e do urbanismo. Tem como interesse particular as relações entre ambiente construído e comportamento, história da arquitetura moderna e contemporânea, arquitetura e subjetividade, tectônica da arquitetura e projeto digital.

Conservação Integrada

A linha de pesquisa aborda estudos sobre a história e a teoria da arquitetura e do urbanismo. Tem como interesse particular as relações entre ambiente construído e comportamento, história da arquitetura moderna e contemporânea, arquitetura e subjetividade, tectônica da arquitetura e projeto digital.

Planejamento e Gestão

A linha de pesquisa contempla estudos sobre a área planejamento urbano. Tem como principal interesse uma análise multiescalar que envolva: as relações entre produção do espaço, divisão do trabalho e desenvolvimento desigual; funcionamento do mercado imobiliário; arranjos institucionais; movimentos sociais e manifestações coletivas.