Voltar

UFPE divulga resultado de questionários aplicados junto a professores e estudantes

Objetivo da pesquisa foi subsidiar e orientar a discussão e o planejamento institucionais, especialmente em relação a tecnologias digitais e condições de vida

A Universidade Federal de Pernambuco, por meio da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), divulgou hoje (15) o resultado completo dos questionários aplicados aos docentes e discentes dos cursos de graduação presenciais e a distância da UFPE. Os dados de cada curso já tinham sido divulgados a cada coordenação de curso e direção de centro para um estudo mais aprofundado da realidade específica de cada um.

O objetivo da pesquisa foi subsidiar e orientar a discussão e o planejamento institucionais, especialmente em relação a tecnologias digitais e condições de vida no contexto da pandemia e pós-pandemia. “Estamos disponibilizando o resultado completo dos dois questionários para que a comunidade possa conhecer na íntegra os microdados obtidos e, a partir daí, fazer as suas análises junto aos Núcleos Docentes Estruturantes e Colegiados de Cursos”, explica a pró-reitora de Graduação, Magna do Carmo Silva.

Na pesquisa com os alunos, foram respondidos 14.867 questionários, sendo consideradas 13.990 respostas válidas, o que corresponde a 47,2% do número de discentes matriculados na graduação da UFPE. Houve estudantes que responderam mais de uma vez e, nesses casos, foram consideradas apenas as últimas respostas.

A Prograd destaca a relevância da pesquisa e a adesão significativa dos discentes. Os resultados estão apresentados considerando o número total válido de participantes. É possível consultar a distribuição por curso de graduação e por centro neste link.

Já a pesquisa com o corpo docente da graduação e do Colégio de Aplicação (CAp) sobre tecnologias digitais, internet e ensino no contexto da pandemia do novo coronavírus teve 1.711 participantes, o que equivale a 60,4% do número total de 2.833 docentes na UFPE. Os resultados estão apresentados considerando o número total válido de participantes e estão disponíveis aqui.

Segundo Magna Silva, os dados revelam que há uma expressiva adesão de docentes e discentes a este formato de ensino remoto emergencial. A pró-reitora destaca que esta é uma demanda surgida da necessidade de retomar as atividades de ensino e, também, viabilizar um possível retorno a 2020.1, que pode acontecer num formato híbrido dependendo das condições sanitárias existentes.

Os dados dos questionários irão subsidiar o relatório a ser publicado pela Prograd e amplamente divulgado à comunidade acadêmica. O processo de produção dos dados contou com a participação da Pró-Reitoria para Assuntos Estudantis (Proaes), da Superintendência de Tecnologia da Informação (STI), do Núcleo de Acessibilidade (Nace), da Diretoria Estratégica de Planejamento, Avaliação e Gestão (Deplag).

A Gestão Central da UFPE agradece a todos (estudantes e servidores da UFPE) que divulgaram e participaram da pesquisa e, ainda, aos que atuaram na produção e divulgação desse material na Prograd e demais pró-reitorias, diretorias estratégicas e superintendências.

Data da última modificação: 15/07/2020, 18:01