Voltar

II Jornada de Saúde Mental do HC está com inscrições abertas

Evento será realizado de 28 a 30 deste mês, de maneira virtual, das 19h às 20h30

Dando continuidade às ações que marcam o Setembro Amarelo, campanha de prevenção do suicídio e promoção da vida, a Unidade de Atenção Psicossocial do Hospital das Clínicas da UFPE promove a II Jornada de Saúde Mental, nos próximos dias 28, 29 e 30, das 19h às 20h30. Devido à pandemia de Covid-19, o evento, que é aberto ao público, será realizado de maneira virtual, através do site do Núcleo de Telessaúde da UFPE. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no link. Os participantes receberão certificado. O HC é uma unidade vinculada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

“O suporte psicológico no contexto do suicídio”; “A mente no envelhecimento”; “Rede de saúde mental para população LGBTQI+” são alguns dos temas que fazem parte da programação. Durante três dias, a jornada abordará aspectos relacionados à saúde mental e da mente humana por meio de palestras ministradas por profissionais do HC das áreas de Psiquiatria, Psicologia e Terapia Ocupacional, além de contar com a participação de convidados, como o psiquiatra Gustavo Arribas, ligado à Secretaria de Saúde de Pernambuco. Confira a programação completa. 

De acordo com o coordenador do evento e chefe da Unidade de Atenção Psicossocial do HC, Tiago Durães, a Jornada de Saúde Mental propõe conectar as pessoas com o que elas têm de mais pessoal em si mesmas: suas mentes. Ele explica que a pandemia e o contexto do isolamento social imposto trouxeram modificações significativas à rotina habitual das pessoas, sendo uma delas a oportunidade de estarem mais consigo, com seus pensamentos, seus sentimentos. “Sabemos que isso pode ser bastante doloroso e temos visto muita gente buscando maneiras de se defender desse contato. Mas também pode ser bastante enriquecedor, quando ele é possível”, disse, acrescentando que “falar de saúde mental talvez seja uma maneira de favorecer esse contato e apontar caminhos possíveis, especialmente, quando o sofrimento psíquico se mostra intolerável para o sujeito”.

Segundo ele, o evento é um convite para se conhecer melhor – algo muitas vezes esquecido devido aos múltiplos estímulos e exigências culturais. “Este encontro será uma oportunidade de aproximar as pessoas consigo mesmas, com suas mentes. Conhecendo-nos, cuidaremos melhor de nós mesmos e uns dos outros”, destaca.

Data da última modificação: 23/09/2020, 17:39