Engenharia Naval - Bacharelado (CTG)

Bacharelado em Engenharia Naval Bacharelado em Engenharia Naval

O Curso de Engenharia Naval nasceu de uma necessidade observada ainda na primeira metade da década de 2000, quando o então Governo Federal incentivou a retomada da Construção Naval no Brasil. Na época só existiam 3 cursos de Graduação em Engenharia Naval no Brasil, dois no sudeste (UFRJ e USP) e um no norte (UFPA). Aliado ao fato da construção do Estaleiro Atlântico Sul (EAS), o maior estaleiro da América do Sul na Época e do já previsto Estaleiro Promar (mais tarde Vard Promar), a Reitoria da UFPE vislumbrou a pertinência da existência de um curso de graduação que aproveitasse este potencial e resolveu então constituir um grupo de trabalho formado por docentes da instituição com o intuito de criar as condições para a criação do curso de Graduação em Engenharia Naval no Campus da UFPE em Recife, o que seria o primeiro do Nordeste Brasileiro.

Esta tarefa foi entregue a um grupo de quatro docentes do Departamento de Engenharia Mecânica, que visitaram os então cursos de graduação existentes e alguns estaleiros. Após um intensivo trabalho de planejamento, organização e pesquisa, conseguiram as condições necessárias para a sua criação, que culminou com a autorização de funcionamento do curso em fevereiro de 2011, tendo seu início efetivo com a primeira entrada de alunos em 2011.2. 

Para a construção de embarcações em geral e de plataformas para exploração de petróleo, a nação brasileira precisa de estaleiros, que movam a economia da região onde estão instalados, não apenas pela geração de empregos diretos, mas também pela geração de empregos indiretos em toda a cadeia de suprimentos fornecedora de peças e serviços no setor. O Curso de Engenharia Naval irá formar engenheiros para atuar na construção e reparo naval e no projeto de estruturas navais e marítimas, com discernimento quanto à sustentabilidade, responsabilidade social e ambiental, mantendo competitividade a nível internacional.

O Engenheiro Naval egresso da UFPE poderá atuar em grandes e pequenos estaleiros de construção e reparo naval e construção offshore, pólos náuticos, no funcionamento de portos e hidrovias, na navegabilidade destas hidrovias, bem como na operação e manutenção de plataformas offshore de produção de petróleo.

Dentre as competências do engenheiro naval egresso da UFPE estão a capacidade para atuar no projeto, na manutenção e operação de pequenas e grandes embarcações, projetar e operar plataformas para exploração de petróleo, bem como desenvolver atividades relacionadas a navegabilidade de sistemas aquáticos e operação de sistemas portuários.

A atuação do engenheiro naval e oceânico egresso da UFPE poderá ser direta ou indireta ao segmento industrial de construção naval e offshore, que inclui a atuação na indústria fornecedora de componentes navais e operação de plataformas de exploração de petróleo.

O curso de Engenharia Naval da UFPE evidencia no perfil do curso a formação dos alunos com foco na construção naval e offshore. Na sua prática profissional, os egressos do curso deverão aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais, sendo capazes de projetar, conduzir experimentos e interpretar resultados, conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos da Engenharia Naval.

Quando formado, o mesmo deverá identificar, planejar, supervisionar, elaborar, resolver problemas e coordenar projetos e serviços no campo da Engenharia Naval, desenvolvendo e/ou utilizando novas tecnologias nessa área; deverá comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica; deverá atuar em equipes multidisciplinares; compreender e aplicar a ética às responsabilidades profissionais; avaliar o impacto das atividades da engenharia naval e oceânica no contexto social e ambiental; avaliar a viabilidade econômica de projetos e assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.

  • Vinculação: Departamento de Engenharia Mecânica
  • Localização: Centro de Tecnologia e Geociências - Prédio II da Engenharia Mecânica
  • Autorização de funcionamento e criação:  Autorizado pelo CCEPE 1ª Sessão Ordinária em 14/02/2011. B.O. nº 46 (17 Especial): p.13. 2011.
  • Vagas oferecidas: No Sisu (ABI Engenharias) - 10 por semestre (20 anuais)
  • Turno(s): Manhã/Tarde
  • Carga Horária (horas): 4.005
  • Duração: Mínima - 10 semestres / Máxima – 18 semestres

Página oficial da Coordenação do Curso: https://www.ufpe.br/coord-naval

Página do Curso no Facebookhttps://www.facebook.com/EngenhariaNavaUFPE/

Coordenação
Coordenação da Naval
Escolaridade
Felipe de Melo e Oziene Almeida
+55 81 2126-7301
Coordenador
Demétrius Perrelli Valença
Vice-coordenador
Adriano Dayvson Marques Ferreira